APROXIMAR DO NATAL DO SENHOR COM ESPERANÇA!

23 de dezembro de 2018

A cada ano temos a oportunidade de nos aproximar da manjedoura de Belém para, na companhia de Maria e de José, adorarmos o Deus Menino, o Verbo divino, Deus em nosso meio que nos oferece a graça de uma vida renovada pelo seu amor. Como é bom terminar e começar o ano iluminados pela esperança! Essa esperança nos sustenta no caminho. Não há fracasso humano ou insucesso histórico que possa destruí-la. Mesmo que os acontecimentos não saiam como programamos, continuamos o caminho, pois sabemos que a meta existe e é real. A esperança cristã não nos retira da história, pelo contrário, dá-nos um motivo consistente, para continuar a trabalhar pela justiça e pela paz no mundo, pois estamos lançando as sementes do mundo que há de vir e no qual se dará a plenitude da Vida.

Pobre ou rico, letrado ou iletrado, o ser humano carrega consigo um mistério que só se torna claro à luz do mistério de Deus. E que verdade estupenda esta: “o Verbo se fez carne e habitou entre nós”. O mistério de Deus e o mistério do ser humano se entrelaçam na pessoa de Jesus. A vida tem sentido. Deus existe sim e caminha conosco. Um Deus criança, inocente, solidário, crucificado e, entretanto, vivo, em permanente comunicação conosco, enchendo de luz e de sentido nossa existência, transfigurando nossas dores e transformando a morte em passagem para a plenitude da vida. Através dessa coluna, é que nós padres e seminaristas, desejosos nos dirigimos de coração a todo o povo de Deus da Cidade de João Monlevade um Santo e Feliz Natal. A todos repetimos as palavras do anjo do Senhor aos pastores: “Eu vos anuncio uma grande alegria, que será também a de todo o povo: hoje, na cidade de Davi, nasceu para vós o Salvador, que é o Cristo Senhor! E isto vos servirá de sinal: encontrareis um recém-nascido, envolto em faixas e deitado numa manjedoura”. A palavra “alegria” acompanhada do adjetivo “grande” toma os corações tanto dos pastores quanto dos Magos. Encontrar Deus é motivo de grande alegria. O documento de Aparecida assim descreve esta alegria: “Esta alegria não é sentimento artificialmente provocado nem estado de ânimo passageiro. O amor do Pai nos foi revelado em Cristo que nos convidou a entrar em seu reino.

Podemos hoje reviver o Natal! Também no irmão com que nos encontramos em nosso dia-a-dia, podemos nos encontrar com o Menino nascido no Natal: “Não te angusties dizendo: – Por que nenhuma pessoa em Belém quis receber com afeto o Menino e sua Mãe? Não te aflijas porque, se receberes o pobre, recebes o Menino e sua Mãe; e se de verdade acreditas nisto, andarás mais solícito em procurar o pobre que está nesta rua, e disputarás aos outros a ocasião de fazer o bem que puderes… não vos contenteis com dar umas moedas ou algo mais, mas dai esmolas em quantidade, pois é exatamente assim que Deus vos dá tantas coisas. Não sejais mesquinhos à hora de dar, já que Deus é tão generoso em dar-vos. Não deis moedinhas por Deus, já que Deus vos dá o seu Filho. Dai esmolas para bem receber Cristo neste Natal. Irmãos, esse que vem é amigo da misericórdia; que Ele vos encontre misericordiosos.” (S. João de Ávila)

Natal: tempo de deixar-nos tocar por Deus que tão pequenino na manjedoura nos ajuda a superar a distância, e vencer o medo, alegrar-nos com o Amor que se torna realidade entre nós. Deus continua a oferecer a Si mesmo a cada um de nós! Na frágil criança que está colocada na estrebaria, Ele continua a estender-nos os braços querendo acolhida em nossos corações. Na humildade do presépio, Ele continua a dizer-nos que nos ama e, por nosso amor, quis tornar-se um de nós!

A graça do Natal é acolher Deus que se faz criança! É acolher o amor eterno de Deus que jamais envelhece e nunca se esgota. Celebrar o Natal é celebrar a esperança, a alegria, a felicidade de ter Deus como nosso companheiro; e, ao mesmo tempo, celebrar a vida que se renova que recomeça a partir da alegria deste encontro. Seria, de fato, bom que no Natal pudéssemos renascer recomeçar e reviver!

A todos a quem chegar esta mensagem os nossos votos de um Santo e Abençoado Natal! Que o Menino Jesus, acompanhado de sua Mãe santíssima, e do bem-aventurado São José, derrame sobre todos os lares a sua benção e os faça encher-se de alegria neste Natal!

FacebookWhatsAppTwitter