Deus se encarna na simplicidade de uma manjedoura!

21 de dezembro de 2021

Prezados Paroquianos e paroquianas!

Que o Natal do Senhor seja de saúde e paz para todos!

Natal é tempo de olhar para dentro de si mesmo e deixar ecoar o grito dos pastores na forma dos pobres, índios, negros, enfermos, moradores em situação de rua, minorias oprimidas de nossa sociedade. A canção natalina se fará ouvir somente pela harmonia interior, consciência madura e equilibrada que o Papa Francisco nos aponta em Fratelli Tutti, “o essencial de uma fraternidade aberta, que permite reconhecer, valorizar e amar todas as pessoas, independentemente da sua proximidade física, do ponto da terra em que cada uma nasceu ou habita” (n.1).

Esta é a verdadeira mensagem natalina. Descobrir a simplicidade do Menino Deus que vem sem alardes e fanfarras ao mundo, deve ser experimentado no seio da família, através do diálogo como os pastores, comunicando que o rumo é Belém periferia das periferias, “vamos ver o que lá aconteceu”. O brilho da estrela, ergue os olhos ao infinito para contemplar as maravilhas de Deus no coração de todas as pessoas, sentindo a ternura de Maria que dá à luz da justiça, faz os Reis magos retornar por outro caminho, aproxima dos animais e da criança recém-nascida, nos ensinando a relação amorosa com toda a obra criada.

Que o nosso final de ano, exaustos de espera de novos tempos, superação da pandemia, nos encha também de alegria. Busquemos no silêncio do lar, através da oração, participação da vida em comunidade, da orientação da nossa mãe Igreja, o sabor da percepção de celebrar a vinda de Deus para toda a humanidade. Que seja essa a fonte de alimento para um Feliz Natal e Ano de 2022 com as bênçãos da Sagrada Família de Nazaré!

A todos e todas da Cidade de João Monlevade um santo e feliz Natal!

Pe. Marco José Almeida
Pároco

FacebookWhatsAppTwitter