Seja bem-vindo(a) ao nosso Site Paroquial

Acesse nossas Redes Sociais

Palavra do Padre
Marco José de Almeida

MÊS DE abril de 2022
Compartilhar
Viver a Páscoa é caminhar com o Ressuscitado!

Queridos irmãos e irmãs de nossa Paróquia após quarenta dias de preparação (Quaresma), celebramos a Páscoa do Senhor no Tríduo da Paixão, Morte, e Ressurreição de Jesus. Estas celebrações não são apenas a lembrança de acontecimentos já milenares, mas a vivência atual do que se tornou definitivo além do tempo para a eternidade. Vivemos o Dia eterno do Senhor vencedor da morte, Vivo para sempre. Aquele que se fez homem mortal, o Imortal Verbo de Deus, para poder dar sua vida na realização da Vontade do Pai pela salvação de toda a humanidade. E o Amor de Deus foi derramado na carne humana do Filho de Deus encarnado e por Ele a todo ser humano é dada a vitória sobre o pecado e a morte, tornando-o imortal. Vivemos a Páscoa: o Dia eterno já iniciado, a plenitude da humanidade na Vida divina já completa em Jesus e penetrando na humanidade toda.

Estamos no embalo do tempo pascal. Um sentimento de Páscoa deve ser vivido diariamente por todos que nos dirigimos à Galileia para encontrar Jesus Ressuscitado. O tempo pascal nos recoloca nos caminhos do Senhor Ressuscitado. O Ressuscitado nos lembra o processo de libertação da vida. Ele traz no seu corpo as marcas da paixão. Para chegar à glória da ressurreição Jesus foi entregando a sua vida com confiança. Teve encontros libertadores com as pessoas. Falou de vida nova, reintegrou muita gente na sociedade, reconstruiu a vida. No final da sua missão nos presenteou com a Eucaristia e o sacerdócio. Sem qualquer risco de superficialidade, podemos desejar ‘Feliz Páscoa’ aos familiares, amigos e conhecidos. A fé em Jesus, crucificado e ressuscitado por amor, torna-nos portadores do incentivo à ‘feliz passagem’ por esse ‘mar ameaçador’ com a certeza da companhia divina. A fé em Jesus, crucificado e ressuscitado por amor, faz-nos companheiros de travessia, com maior disponibilidade interior e o compromisso firme de nos empenharmos em favor da vida humana. Neste tempo pascal o túmulo se torna lugar de saída. Esse termo tão usado ultimamente. Do túmulo sai Maria Madalena anunciando Cristo Ressuscitado, saem Pedro e João e principalmente saí Jesus que vem para fora. É preciso sairmos de nossos túmulos com um semblante de ressuscitados.

“Levantai-vos e vamos”. Feliz Páscoa!

Padre Marco José, Padre Geraldo Reis
Diácono Geraldo Luciano
Seminaristas Wellington e Jhonatan.